Image Map

O AMOR É UMA INVENÇÃO CAPITALISTA PARA COMODITIZAR EMOÇÕES












Novela em seis capítulos.

Patate arrosto
Tudo que eu queria era só comer macarrão em todas as refeições e nunca mais ter que trabalhar de novo. Enquanto olhava para imagens da Toscana em uma revista, ela anunciou:
— Você sabe que eu só saio com garotos mais novos porque eles têm apenas uma ex-namorada e meia para eu sentir ciúmes. Mas pelas suas pernas nervosas, eu pude perceber que ela não tinha tanta certeza assim.

Meu amor não pode ser poupado
Eu vou ficar bem bonita para você. Vou até raspar as pernas todos os dias. Vou te cozinhar ovos mexidos, mesmo odiando o gosto deles na sua boca depois. Vou comprar a primeira passagem de avião para te observar de uma distância segura, sem que você perceba, e depois voltar para casa em júbilo pelo vislumbre rápido do seu corpo em movimento, absorto numa realidade particular em que não existo. Vou chorar no chuveiro, para você não perceber.
Agora, por favor, você pode responder a mensagem que eu te mandei duas horas atrás? Filho da puta.




















Porque meninas choram
Quero te conhecer com a intimidade de um sapato velho ele está estragado, mas você não se importa o suficiente para jogá-lo fora. Eu poderia me esconder entre as suas escovas de dente, ou dentro da lata de refrigerante que você usa como cinzeiro.

Eu quero ser uma coisa pequena e desimportante. Algo sem valor com que você sempre pode contar e depois abandonar por tédio, descuido e outros sentimentos enfadonhos: a blusa puída com a qual você assoa o nariz, suas cuecas sujas, o pedaço de um sanduíche que acabou se decompondo debaixo da cama por três semanas até o cheiro ser demais para você não fazer algo. 

O último cigarro que você está guardando para quando ficar realmente aflito com a sua família, a faculdade, a vida, relatividade especial qualquer coisa que não seja eu.

Se não for pedir demais
Você pode ser menos humano e mais ideal esta noite? Eu quero que você seja a extensão perfeita para cada um dos meus sentimentos. Algo abstrato e bom, tão imediato e imensurável quanto um espirro. Você pode ser menos de você e mais de mim agora?

















Eu gosto da ideia de terminar porque significa que pelo menos tivemos algo a ser terminado
Eu já tenho tudo planejado, então você não vai ter que se preocupar. Será algo assim siga todas as instruções corretamente, por favor: Você vai conhecer outra garota. Eu vou deixar ela ser mais bonita, e até mesmo mais inteligente, mais engraçada e mais alta. Mas ela não pode chupar melhor do que eu   não, não isso.

Você vai parar de responder minhas mensagens. Eu vou me perguntar por quê, mas sou orgulhosa demais para falar qualquer coisa, até ver seu novo status no Facebook: “O garoto pelo qual você está apaixonada está em um relacionamento muito sério, estável, responsável, e, principalmente, presencial, com uma garota que é mais bonita, mais inteligente, mais engraçada e mais alta. Mas ela não chupa melhor do que você   não, não isso".
Explique para mim
You smell like sour milk, marijuana and no flowers. You sound like the sea in the deadest hour. You taste of sugar, cigarettes and no sleep. You look like one of the thousand goldfishes I've had as a kid. My cruel child, my boy-thing, my open dream   I can’t touch you, you don’t exist.
Este é o ponto sem retorno, em que meu amor vira repetição. Sem a sua presença, ele se alimenta de um eco que, com o tempo, não se expande – contrai.  E eu conto, a partir do momento em que acordo tenho 86.400 segundos para sobrepor a imagem da memória mais recente à da mais antiga. Me agarro a uma colagem gorda, emplastrada de figuras gastas: covinhas que se formam ao tragar um cigarro, o sorriso torto e pretensioso, o perfil compenetrado. O gesto dissecado morre – eu não te amo, eu amo minha mente. Obrigada a C. pelas revisões sinceras e por aturar minha carência e minha repetitividade.

0 comments:

Postar um comentário

 
Mini Rage Face Crying Smiley