Image Map

BOTO CAMISINHA ATÉ PRA MANDAR NUDE: ENTREVISTA COM CONTROLE Y






















Se Júlio César tivesse que arranjar um date no Tinder em vez de derrotar 20 mil soldados na Turquia, ele dificilmente diria "vim, vi e venci". Após passar mais de um ano usando o aplicativo, vi várias coisas: books fotográficos de policiais militares empunhando armas, sextings indesejados e homens casados com selfies ao lado da esposa. Difícil mesmo foi conseguir um date (na verdade, acabei saindo em alguns, que resultaram ou em momentos de silêncio constrangedor ou em uma história bem feia de coração partido -- o meu, obviamente).

Y., o designer de 25 anos responsável pelo blog Controle Y, me surpreende pela dedicação: ele não só interage com os caras no Tinder, mas também sai com eles e depois ainda conta tudo para a gente. Uau. Dá uma olhada aí na entrevista que fiz com ele:

De onde surgiu a ideia de fazer o Controle Y?
Durante uma época em que eu usava muitos aplicativos, uma amiga minha brincou que havia perdido a conta de tantos caras que eu havia pegado. Como forma de defesa, descrevi cada cara que eu havia pegado, fazendo uma lista. Alguns anos depois, encontrei essa lista e resolvi fazer o tumblr.

Por que escolheu fazer o Controle Y de forma anônima?
Para não ficar mal falado! Hahaha


As histórias e os personagens são todos baseados em coisas que acontecem com você? Como você decide quais são as histórias que vão pro Controle?
Sim, são todas minhas. Quando uma história não é minha, eu aviso. Ah, tem funcionado assim, um caso ok, onde não tenho nada para escrever e onze que são bem engraçados (só depois de um tempo, porque na hora fico malzão). Pode acreditar, eu só atraio loucos.



Já rolou alguma treta, como um dos personagens ler a postagem que você escreveu sobre ele e depois falar contigo?

Uma vez, um veio comentar comigo sobre o tumblr. Mas ele era tão burro, tão burro, que nem se tocou que era ele ali no último post. Ou ele tem uma autoimagem distorcida ou eu desenho mal pra cacete! 


Você tem algum limite em relação ao conteúdo do blog? Existe algo que você não escreveria?

Acho que eu só não escreveria no blog sobre alguém que tivesse morrido. Nesse caso, escrevo uma biografia sobre o fdp! 


As ilustrações que você faz são ótimas! Quais são as suas referências? Rola de você desenhar um personagem e depois pensar numa história pra ele ou é o contrário?

Muito obrigado! Amo como a Natalie Lines usa texturas em suas ilustras, mas não sei desenhar daquele jeito! Sempre ilustro por último, depois de escrever. Sou muito esquecido, sempre tenho que escrever após o encontro. Tipo em seguida mesmo. Tenho memória de galinha velha. 

Ilustração da inglesa Natalie Lines


Você tira inspiração de outros blogs e sites? Se sim, quais?

AMO o Adorável Psicose, da Natalia Klein!!! Quero ser ela quando crescer. ***Ignorando o fato de acabar de perceber que tenho 25 anos e que minha ~inspiração de vida~ passou a ser a Gloria Maria!


Rola de você se sentir pressionado a sair com alguém pra poder ter conteúdo pro Controle? Sabe, tipo, "preciso de uma história hoje"?

Não, dei uma pausa no blog justamente por causa disto. Em determinado momento, comecei a fazer uma espécie de ~reality Show~. Estava saindo com 6 caras e escrevendo como era conciliar isso tudo, como era cada date, etc. Foi uma ideia péssima. Magoei muitas pessoas e acabei magoado (as always).


No ano passado você montou uma zine do Controle Y. Como foi o processo de produção da zine? Você teve alguma dificuldade na hora de pensar em um conteúdo específico para o formato?

Sempre detestei essa ~obrigação~ de ter de manter o blog (tanto que era um tumblr, há!) O Controle Y funcionava como uma forma de terapia para mim. Em determinado momento, eu havia parado de escrever no blog (pois estava namorando) e quando voltei a escrever (levei um pé na bunda), decidi usar toda aquela minha ~raiva~ pelo meu ex como forma de inspiração para criar algo diferente. Afinal, é o momento em que nos tornamos mais ~criativos~. Amei a experiência de fazer um zine, inclusive, estou terminando um zine sobre autoestima!!! ***o louco do zine


Quais são as dicas pra fazer tanto sucesso no Tinder e no Happn? 

HAHAHAHAHAHAHA! O segredo é entender as fases desses apps. Susan Miller explicaria melhor, mas vamos lá: há fases em que temos muitos matches (a lua entra em quadratura com júpiter e o caralho a quatro) e momentos que não damos nenhum. Nesse momento de baixa, não adianta nem avaliar os apps (já tentei, hahah), é só dar uma pausa e não ficar forçando. Se não você atrairá muita merda. TRUST ME.


No ano passado, você passou por um período suspeitando que estava com o vírus HIV. Ter passado por isso mudou a sua relação com sexo? 

Absolutamente. Hoje tenho um cuidado enorme na hora do sexo. Ter passado por aquela experiência terrível (sem dúvida, a pior da minha vida), me faz usar camisinha na hora de mandar a nude! Brincadeira. Mas hoje, no momento em que estou pelado, já coloco a camisinha. Nunca mais quero passar por aquilo de novo.

Alguns dos meus posts favoritos do Controle Y:

PREFIRA COMER ALGUÉM LEGAL DE VERDADEY. E OS LUCAS DA SUA VIDA
OS DEZ MOTIVOS

0 comments:

Postar um comentário

 
Mini Rage Face Crying Smiley