Amores dopados, homens héteros e transar de meia

Alô, benzinho: coluna de conselhos amorosos

Resolvi que o número de decisões ruins que eu estava tomando na minha vida não era suficiente e decidi expandí-lo ao máximo da melhor forma: dando conselhos para anônimos na internet. Todo mês vocês poderão extrair um pouco da minha sabedoria sobre relacionamentos, família, sexo, questões acadêmicas (#FicaGrandePorra) e como saber se a sobras que você botou na geladeira há duas semanas atrás já não viraram um organismo vivo. 


Amanda estou namorando e esta decisão foi um pouquinho preciptada porque sempre que estávamos junts eu estava dopada e agora parece que eu sempre preciso estar dopada pra querer ta junto so que a pessoa gosta muito de verdade de mim e eu não sei como dizer q eu gosto mais de sex q maocnh

Miga, para que tá tudo errado. Você não tem obrigação de namorar uma pessoa só porque ela gosta de você. Dizer "não" nesse caso não é egoísmo. É uma questão de respeito, com você mesma e com a pessoa com quem está namorando. Também não deve ser muito bacana namorar alguém que na verdade não gosta de você e só está lá por um senso de obrigação, né? O fato de você precisar estar dopada para estar perto dela só deixa claro como vocês não deveriam estar juntos. Vocês estão usando a maconha para formar um elo que não existe. Seja honesta com ela e você vai ver como estarão bem melhores separados.

"meu namorado só quer transar de meia. o que faço, amiga???"

Diga para ele que a partir de agora você só transa usando luvas de borracha. Mas na real, você já perguntou para ele o por quê? Aproveite para formar uma conexão íntima e investigar o emocional desta pessoa que você escolheu para compartilhar orgasmos medíocres, comida congelada e
reality shows na madrugada. Ele teve algum trauma na infância? Ele tem vergonha de se exibir? Ou talvez ele só sinta frio nos pés mesmo. Ter um relacionamento é aturar todas pequenas neuroses e hábitos irritantes do seu parceiro, desde a forma como ele lava (mal) a louça ao jeito como ele palita os dentes em público ao almoçar no self-service. É por isso namoros são tão fascinantes. E perecíveis.




Eu sou um cara e sempre me apaixono por heteros, o que fazer?


Migo, vem cá que precisamos admitir: você merece coisa melhor. Conversando com amigos no bar, chegamos à conclusão de que se os homens héteros fossem banidos todos os conflitos mundiais acabariam. Como se não bastassem os héteros brigarem entre si o tempo todo, gays brigam pelos héteros, mulheres brigam pelos héteros, gays e mulheres brigam pelos héteros. Acho que já falei a palavra "hétero" o suficiente nesse texto para você pegar repulsa.

Mas o segredo é o seguinte: perceba o quanto eles são horríveis. O que não é muito difícil, né? A cada segundo eles fazem questão de dar uma prova de imbecilidade. Cultive a sua ojeriza com carinho. Aí sua frustração sexual não virá de sentir atração por homens indisponíveis, e sim por não conseguir sentir atração por ninguém. Altamente recomendado.




Peguei um boy uma vez só numa festa, a gente se come com os olhos mas nada acontece. Como proceder miga?

Não entendi qual é o problema. Vocês dois obviamente querem se pegar de novo e estão deixando a timidez impedir que esse belo momento de safadeza aconteça. Flertes são menos complicados do que parecem: é só uma questão de ter atitude. Na próxima festa, apenas o cumprimente e comece um papo. Pode ser sobre qualquer coisa. O que você diz é o que menos importa durante o flerte. E aí pronto. Vocês vão se pegar. Boas beijocas.



como faz pra eu parar de me odiar?
Já passei por isso, e o estranho é que não consigo precisar exatamente quando e como saí dessa. Canalize seu ódio em algo produtivo. Aprenda a alcançar o equilíbrio necessário para se esforçar em ser uma pessoa melhor sem se cobrar demais. Não deixe que as críticas que você faz para si mesmo te paralisem: use-as como motivação. Encontre algo que você gosta de fazer e se dedique a isso. Faça planos para o futuro. Aprenda a cozinhar. Leia, veja filmes, escreva. Seja devoto ao seu corpo e aos seus sentimentos. Saia do seu quarto. Saia de casa. Saia da cidade. Com o tempo, você vai estar tão ocupado sendo uma pessoa interessante com projetos maravilhosos e nem vai ter tempo para se odiar.



qual é a ética com os meninos cabeludos que tem namorada?

É o seguinte: só existem duas situações possíveis. Eles estão felizes com o relacionamento, e nesse caso você não tem chances. Ou eles estão a fim de trair, e nesse caso você tem que analisar se vale a pena se envolver com uma pessoa cuja moral é tão questionável. A responsabilidade é dele, que prometeu fidelidade, mas considere o estresse e os riscos emocionais que você vai estar correndo #treta.

Namoros terminam e sua vez vai chegar, mas não se prenda a isso. Esqueça essas criaturas e vá se divertir com as possibilidades que a vida solteira proporciona (muita televisão e poucos cafunés).  Ou então compartilhe links sobre amor livre e relacionamento aberto na timeline deles até eles se tocarem. Vai que cola.


Sei que vocês têm problemas demais, mas infelizmente não pude responder todas as perguntas dessa vez. Mas não se desesperem: seu sofrimento vai receber destaque no próximo Alô, Benzinho.  Se você não mandou o seu drama ainda, envie uma mensagem anônima aqui.

Confira outras edições de Alô, Benzinho já publicadas: Términos, ficantes maltratados e relacionamentos enjoativos e Chefe gato, feiúra kármica e amores platônicos.

0 textões:

Postar um comentário